Comunidades Virtuais - AlzheimerDoençaPesquisasLinksFórum

 

Parkinson

O que dizem as pesquisas

Serotonina para tratar doença de Parkinson avançado
Para a maioria das pessoas com a doença de Parkinson, o único alívio para os tremores, rigidez e movimento prejudicado associados com a perda progressiva de suas habilidades motoras é uma droga chamada de L-DOPA. Mas à medida que a doença progride, L-DOPA pode causar efeitos colaterais graves que agem contra a sua efetividade.
[mais detalhes]

Medicamento para pressão alta diminui os riscos de doença de Parkinson
Pessoas que tomam um grupo de drogas conhecidas como bloqueadores do canal de cálcio para tratar pressão sangüínea alta também podem estar reduzindo seus riscos para a doença de Parkinson.
 [mais detalhes]

 

Estrógeno pode proteger contra a doença de Parkinson
Pesquisadores descobriram que mulheres que sofreram histerectomia apresentaram risco triplicado de desenvolver a doença de Parkinson, e que aquelas que tomaram estrógeno depois da menopausa tinham risco reduzido em 50%.
 [mais detalhes]

Proteínas associadas às doenças de Alzheimer e Parkinson interagem criando um time destrutivo
Proteínas associadas às doenças de Alzheimer e Parkinson interagem para ampliar os efeitos degenerativos de cada doença, indicando que terapias bloqueadoras da produção ou do acúmulo dessas proteínas poderiam trazer mais benefícios do que se imaginava.
[mais detalhes]

Estimulação cerebral elétrica reduz sintomas de doença de Parkinson
Estimulação cerebral elétrica pode reduzir os problemas que pacientes com a doença de Parkinson desenvolvem após uso de longo prazo do medicamento levodopa, o principal tratamento para a doença.
[mais detalhes]

Terapia genética protege e reverte os efeitos debilitantes da doença de Parkinson
Pesquisadores utilizaram, com sucesso, a terapia genética para reverter as mudanças celulares anatômicas que ocorrem em cérebros de primatas com a doença de Parkinson.
 [mais detalhes]

Seguindo a proteína da doença de Parkinson
Ao tentar descobrir a causa da doença de Parkinson, cientistas voltaram-se a uma misteriosa proteína denominada alfa-sinucleína. Os pesquisadores suspeitam que a atividade anormal desta proteína esteja envolvida não apenas nas formas hereditárias da doença, mas também nas não-hereditárias.
[mais detalhes]

Consumo de café reduz o risco de doença de Parkinson [mais detalhes]

Cafeína contra a doença de Parkinson
A xícara matinal de café pode estar dando a você muito mais do que o empurrãozinho necessário para iniciar o dia. Em estudos com camundongos, cientistas descobriram que a cafeína é capaz de prevenir a perda do sinal químico que ocorre na doença de Parkinson.
 [mais detalhes]