Exercícios pode ajudar paciente com doença de Parkinson em fase inicial

exercício, como todos já sabem, faz bem à saúde e promove o bem-estar. Mas para o tratamento do Parkinson, a atividade física é ainda mais importante e indispensável a maioria dos pacientes.

Estudos científicos mostram que os parkinsonianos que praticam algum exercício regularmente conseguem realizar as atividades normais do dia-a-dia por mais tempo e reduzir a velocidade da progressão dos sintomas como rigidez muscular e falta de flexibilidade. Para que isso aconteça, a atividade escolhida deve agir em três frentes:

– Fortalecer o sistema cardiovascular e respiratório
– Aumentar a flexibilidade
– Fortalecer os músculos

A caminhada é a indicação número um dos médicos para pacientes com Parkinson. Ela pode ser feita em qualquer lugar e não demanda equipamentos ou treinos. Nadar e andar de bicicleta também são atividades recomendadas. O mais importante, e isso vale para qualquer exercício escolhido, é a regularidade. O ideal é estar em movimento de 4 a 5 dias por semana, durante 40 minutos.

Veja mais em: https://www.erichfonoff.com.br/exercicios-no-tratamento-do-parkinson/

Estudo revela que, mesmo sem acompanhamento presencial, os pacientes tiram proveito de atividades físicas em segurança

recrutaram 130 voluntários com Parkinson e os separaram em dois grupos: um pedalava numa bicicleta ergométrica em casa, enquanto a outra só se alongava — as duas recebiam apoio de profissionais a distância.

Após seis meses, a primeira turma reportou uma melhora mais acentuada dos sintomas, sem apresentar nenhum risco adicional. Só que, antes de entrar na vida ativa, é imprescindível conversar com o doutor …

Leia mais em: https://saude.abril.com.br/fitness/sintomas-parkinson-exercicios/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *